//
Arquivo

Crônicas

This category contains 11 posts

Sobre porcos, diamantes e outras idiossincrasias

Imagine uma pessoa abordada na rua com a seguinte pergunta: – Você come carne de porco? É de se presumir que a resposta seja positiva em grande medida, uma vez que tem boa aceitação no Brasil e é a mais consumida no mundo. Mas, claro, há exceções para a resposta ser negativa. Se a pessoa não … Continuar a ler

Vidinha qualquer

Ufa! Acabou o Carnaval. Precisamos de uma trégua. Sabe como é: depois da maratona de fim de ano com presentes de Natal, viagem no Ano Novo, IPVA, matrícula das crianças, material escolar, essa semana de folia rapa a nossa conta bancária e os limites do cartão de crédito. Temos 40 dias para descansar, porque logo, … Continuar a ler

Cunha é o cara

Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília, sem dúvida nenhuma é o cara. Ele é simbolismo da política brasileira, com, com várias cartas no bolso esquerdo e moedas de ouro no bolso direito do paletó. Sabe como poucos, jogar com a mídia, com a opinião pública e com os políticos. Vejam como ele … Continuar a ler

Rio a pé

Estando no Rio de Janeiro por uns dias para estudar e trabalhar, precisei ir em busca de uma assistência técnica para o meu notebook seminovo que no primeiro dia na capital carioca não queria funcionar o wi-fi e no segundo dia não queria nem ligar. Vi no google maps que havia duas ou três oficinas … Continuar a ler

Vacinar é preciso, mas onde em Cuiabá?

O dia D da vacina contra a paralisia em Cuiabá foi adiada do dia 15 para o dia 22 de agosto devido a uma obra da companhia de abastecimento de água, que poderia prejudicar a ação. No dia 22 até onde eu sei tudo correu normalmente e as crianças que compareceram aos postos foram vacinados. … Continuar a ler

Moto-contínuo

Uma das coisas que mais me fascina é o aprendizado. Ainda que eu seja meio rebelde em relação aos métodos convencionais de estudo, aprender sempre é uma motivação. Que bem entendido fique que não estou falando de aprender para passar de ano, em concursos ou para ir melhor no trabalho. Estou falando no prazer de … Continuar a ler

Ponto de Encontro

Dois amigos resolveram se encontrar num bar que havia muitos anos não iam juntos. Era daquele tipo de bar que era o local específico para conversarem depois do trabalho para falarem sobre suas vidas, expectativas, problemas… As soluções, claro, sempre vinham depois de alguns chopes, e pareciam sempre mirabolantes na hora, mas já não faziam … Continuar a ler

A vida como ela (não) é

Neslon Rodrigues foi um cara dúbio. Um cara a frente do seu tempo pra muitas coisas, revolucionou o teatro, o jornalismo e esfregou na cara da sociedade a própria hipocrisia. Mas nem por isso deixou de ser um machista nefasto e um tanto quanto conservador. Mas era, acima de tudo, um frasista de primeira. Entre … Continuar a ler

Presente de criança

“O livro caindo n’alma  É germe — que faz a palma,  É chuva — que faz o mar.” Trecho do poema O Livro e a América, de Castro Alves Dia das crianças é mais uma dessas datas comerciais que a gente quase não tem como escapar. É um absurdo não dar um presentinho. Eu gosto muito … Continuar a ler

A praça

Em “Muito Além do Jardim Botânico”, Carlos Eduardo Lins e Silva faz um estudo sobre a audiência do Jornal Nacional e sobre seu reflexo em duas comunidades (uma no sudeste e outra no Nordeste). O autor constata que a credibilidade das notícias veículadas no jornal global passavam por crivos como a igreja, os amigos e … Continuar a ler